10 dicas para controlar a hipertensão

Quinta-feira 02 de março de 2017, 09:04 am, última atualização.Hipertensão, Tratamento de hipertensão, Pressão alta

A pressão alta é um mal irreversível, em que as vias sanguíneas mais pequenas são angostan ou as artérias perdem sua elasticidade geral, o que obriga o coração a bombear com mais força para abastecer de sangue a todos os órgãos. Se lhe foi diagnosticado o problema, temos várias dicas para evitar problemas indesejáveis.

A hipertensão pode ter causas desconhecidas, mas também é possível que se deva a uma acumulação de gordura nos vasos sanguíneos, situações constantes de estresse e angústia, hábitos de vida sedentários (baixa atividade física e a alta ingestão de gorduras e carboidratos), consumo excessivo de sal, tabaco e álcool, falta de exercício físico ou doença renal e diabetes.

Já que o coração tem que bombear com mais força do que o habitual para manter constante a circulação em todo o organismo, é provável que gere problemas graves, como infartos ou angina de peito (obstrução parcial das artérias do coração), mas também dor de cabeça, fadiga, náuseas, vómitos e visão turva causados por lesões e hemorragias no cérebro, olhos, coração e rins, cujos vasos sanguíneos ressentir-se da pressão a que são submetidos.

Esta doença, também chamada de “assassino silencioso“, porque não causa sintomas e é reconhecido até que gera sérios problemas de saúde ou através de uma revisão geral (em muitas ocasiões o diagnóstico outra doença), é considerada por muitos especialistas incurável; no entanto, se você leva um tratamento adequado, sob supervisão médica pode ser controlado e permitir que o usuário tenha uma vida normal.

Podemos resumir em 10 passos imprescindíveis cuidados para controlar a hipertensão arterial.

1.Monitorar sua pressão regularmente, sem obsessão, procurando que esta revisão seja sempre a mesma hora e em condições semelhantes. É muito útil aprender a medir a tensão ou contar com alguém que ajuda a utilizar um destes instrumentos:

  • Esfigmomanômetro, que se coloca no braço e na aparência é semelhante à de um relógio.
  • Baumanómetro, também conhecido como barra de mercúrio, o qual requer o uso de estetoscópio.
  • Medidores de pressão digitais, que são novos no mercado, mas nem sempre precisos.
  • Quando se toma a pressão arterial são registrados dois valores: um elevado, gerado quando o coração se contrai (sístole), e outro mais baixo, que corresponde ao relaxamento entre um batimento e outro (aorta); os registros ideais em uma pessoa adulta são 120/80, respectivamente. Começa-Se a considerar hipertensão quando, ao estar relaxado, regista-se um valor de 140/90.

2.Praticar uma rotina de exercícios adequada à idade, já que esta atividade promove a boa circulação sanguínea, ajuda a assegurar oxigenação adequada e eliminação de gorduras, além de que fortalece o coração.

3. Eliminar hábitos nocivos associados com a doença, como consumo de álcool e tabaco, pois são estimulantes, que aceleram o ritmo cardíaco e favorecem a hipertensão.

4.Diminuir o consumo de sal, quando o médico o aconselhe; isto se deve ao fato de que grandes doses de sódio, causam retenção de água, o que aumenta o volume de sangue e a força com que o coração deve bombeá-lo, causando pressão arterial elevada.

5.Modificar hábitos alimentares: se aumentar o consumo de legumes (ricos em potássio, cálcio e magnésio, que são minerais que facilitam a eliminação de sódio) e alimentos ricos em fibras, como frutas com casca (favorecem a eliminação de colesterol antes de entrar na corrente sanguínea, que reduz o consumo de carnes vermelhas, ricas em gorduras saturadas, e são substituídas por carnes brancas, sobretudo peixe; também se erradicarán alimentos ricos em colesterol, como vísceras e ovos. É muito recomendável seguir uma dieta como a mediterrânea, que tem como base o azeite, cereais integrais, legumes e outros produtos que protegem o coração.

6.Perder peso, pois até mesmo reduções modestas são benéficas para diminuir os níveis de colesterol e sentir-se melhor em termos gerais. Evitar alimentação saudável e limita o aporte de carboidratos (doces, massas, pães) e gordura.

7.Regular tensão e estresse, já que ambos são causas de hipertensão; deve-se buscar uma vida tranquila para controlar melhor e, se necessário, recorre-se a estratégias ou rotinas de relaxamento: deitado ou sentado, se respirará profundamente 3 ou 5 vezes, e os tratamentos em forma paulatina pernas, tronco, braços, cabeça e pescoço, pensando em uma cor que ajuda a tranquilizar-se (quase sempre verde ou azul).

8.Tomar pontualmente os medicamentos que o médico prescreve, seguindo rigorosamente os horários e doses indicadas; nunca abandonar o tratamento, embora os valores ao tomar a pressão de ter voltado ao normal), salvo ordem do especialista. Os medicamentos prescritos diminuem a pressão através de diferentes mecanismos:

  • Eliminação de água e sal excesso através da urina (diuréticos tiacídicos).
  • Inibição do mecanismo que desencadeia o estresse (bloqueadores beta-adrenérgicos).
  • Dilatação de artérias, a fim de aumentar o espaço por onde circula o sangue (inibidores de enzima de conversão de angiotensina, antagonistas de cálcio e vasodilatadores diretos).

9.Determinar, com exatidão, os níveis reais de colesterol no sangue, através de exames de laboratório interpretados pelo médico. O excesso de gordura diminui a capacidade de elasticidade dos vasos e propicia maior força de contração do coração.

10.Ir periodicamente ao médico de família para que este acompanhe a evolução da doença, uma vez que poderão esclarecer dúvidas e fornecer novas informações de interesse. Durante a visita, o paciente deve informar sobre qualquer circunstância estranha que possa aparecer ao longo do tratamento.

Como você pode observar, trata-se de simples medidas para controlar a hipertensão que, de realizar, de forma sustentada, conseguirão cumprir satisfatoriamente com o seu objetivo em pouco tempo, e permitirão levar a cabo uma vida normal. As pessoas com hipertensão, salvo algumas exceções, não tem que restringir suas atividades por meio de um bom controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *